Eternidade

17 10 2009

Desejo você por toda a eternidade,
Queria abraçar-te fortemente
Mas teu desprezo por mim
Não me deixa existir.
Sou um espírito solto na escuridão
Da vida sem um ritmo,
Sem uma melodia.
Só desejo não sofrer,
Essa dor de amar-te
E ser desprezada
É assim que tem sido esse amor
É assim que tenho vivido
Sem ritmo ou melodia,
Desejando incansavelmente
Anunciar a todos que te amo,
Mas abaixo a cabeça perante tu,
Como será a vida
Se eu não tiver a ti?
Como será a vida
Se continuares a desprezar-me?
Como será a vida

Para ler o restante clique no link abaixo e conheçam nosso novo blog

http://www.poemasepensamentos.com.br/2009/10/17/eternidade/


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: