Relógio Tic Tac – M. J. Pereira


Tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac;
São as horas a passar;
Tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac;
É o tempo a dizer
Que curto o tempo é
É a vida… O medo… Tudo o que temos
E tudo se encontra nesse desespero;
Tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac;
Tudo vai ficando insuportável,
A dor que era pouca agora aumenta,
Resta pouco para sermos imbatíveis idiotas;
Falta muito para acreditar que a vida existe…
Tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac;
Acompanhe o ritmo,
Não sou má… Apenas me defendo…
Tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac;
São as horas a passar
E eu ainda aqui
Esperando o tempo dizer-me:
“- Vem, vamos embora…”
Esperando o amor chegar
Tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac; tic-tac;
É apenas o poema a terminar…

By Mariana Josceni Treska

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: